fbpx

ENEM: conheça os assuntos que mais caem na prova

Jovem fazendo uma prova do Enem, preenchendo o gabarito.

Se você vai prestar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), conhecer os principais assuntos que caem na prova vai fazer toda a diferença na sua preparação.

Afinal, é possível definir um plano de estudos que garanta que você veja todos os temas, conforme o tempo disponível até o dia da avaliação.

O Enem pode cobrar qualquer conteúdo relacionado ao Ensino Médio. No entanto, nem sempre há tempo suficiente para passar por todos os tópicos e aprendê-los com profundidade.

Desse modo, o melhor a se fazer é estabelecer prioridades para focar em estudar aqueles assuntos que têm mais chances de cair na prova.

A seguir, confira os temas que aparecem com frequência por cada uma das competências avaliadas pelo Enem e se prepare para conseguir uma boa nota e se tornar calouro na faculdade. Acompanhe!

Linguagens, Códigos e suas Tecnologias

A prova de Linguagens do Enem, assim como todo o exame, depende muito da interpretação de texto. Por esse motivo, identificar as palavras-chave do enunciado e ler com atenção os textos-base vai ajudar na compreensão da questão.

Além disso, é necessário saber que a prova tem 45 questões de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias. Diferentes disciplinas do Ensino Médio são abordadas, como Arte, Língua Portuguesa, Literatura, Educação Física e uma Língua Estrangeira que é escolhida no momento da inscrição: inglês ou espanhol.

Para se motivar nos estudos e tirar uma boa nota na parte de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, veja só alguns tópicos para dar mais atenção na sua preparação para o vestibular!

Funções de linguagem

Ao usar a linguagem, é possível variar a entonação para dar a ênfase desejada na mensagem. As diferentes formas de atingir esse objetivo são chamadas de funções da linguagem.

No geral, é importante conhecer as seguintes funções:

  • emotiva — utiliza a primeira pessoa para expressar sentimentos do próprio emissor;
  • referencial — texto impessoal, geralmente escrito na terceira pessoa, com o objetivo de informar de forma clara e direta;
  • poética — construção de texto com rimas, figuras de linguagem e demais elementos que centralizam a mensagem;
  • fática — texto voltado para um canal de comunicação, principalmente na iniciação de uma conversa;
  • conativa — traz um apelo para levar o receptor a alguma ação, principalmente com o uso de verbos no imperativo, como é visto em propagandas;
  • metalinguística — o texto faz referência a si mesmo.

Gêneros textuais

Assim como as funções da linguagem, os textos também podem apresentar diferentes estruturas, que reúnem características específicas e são chamadas de gêneros textuais.

Dentre os principais gêneros textuais, é possível mencionar:

  • dissertativo-argumentativo — apresenta um tema com visão crítica, como é o gênero proposto na redação do Enem;
  • narrativo — composto por, principalmente, ação, tempo e espaço, como romances e contos;
  • descritivo — apresenta relatos de situações ou pessoas, como diários, notícias, biografias e cardápios.;
  • expositivo — utilizado, principalmente, para definir, conceituar ou informar, como aulas, trabalhos acadêmicos, seminários, artigos científicos, entre outros;
  • injuntivo — apresenta instruções, como manuais, receitas, bulas e demais textos explicativos.

Variação linguística

No Enem, também é muito comum serem cobradas questões relacionadas à variação linguística. Isto é, gírias, termos que caíram em desuso, regionalismos, entre outras variedades na língua, que não alteram o idioma.

Geralmente, pautas como o preconceito linguístico podem aparecer nesses temas. Outras questões clássicas de variedade linguística são voltadas para a norma culta e coloquial, na qual é preciso identificar se um texto ou uma frase pertence ao contexto em que foi inserido.

Escolas literárias

Tanto na literatura quanto na arte, é possível identificar algumas escolas com características específicas. Por esse motivo, questões relacionadas aos gêneros literários ou artísticos também são frequentes no Enem.

As principais escolas literárias do Brasil e do mundo que você precisa conhecer são:

  • Trovadorismo;
  • Humanismo;
  • Quinhentismo;
  • Barroco;
  • Arcadismo;
  • Romantismo;
  • Realismo;
  • Naturalismo;
  • Parnasianismo;
  • Pré-Modernismo;
  • Modernismo;
  • Pós-Modernismo.

Ciências Humanas e suas Tecnologias

A parte de Ciências Humanas e suas Tecnologias também conta com 45 questões, divididas em 4 disciplinas: Filosofia, Sociologia, História e Geografia.

Vale destacar que a divisão não é igual para todas as matérias, além de que existem as perguntas interdisciplinares.

No entanto, no geral, é possível observar, ao longo das edições passadas do Enem, alguns temas que caem com bastante frequência em cada uma dessas disciplinas. Saiba mais!

Filosofia

A Filosofia é uma área dedicada ao questionamento de diversas competências, como existência, racionalidade, valores, mente e conhecimento, a fim de levantar problemas. No Enem, as questões relacionadas à Filosofia podem abordar ideias sobre:

  • Ética e Justiça;
  • Filosofia Clássica — principalmente filósofos gregos, como Aristóteles, Sócrates e Platão;
  • Filosofia Moderna — problemas epistemológicos e antropocêntricos podem ser revisados, como os pensamentos de René Descartes, Nicolau Maquiavel, Galileu Galilei e Francis Bacon.
  • Filosofia Contemporânea — conceitos proeminentes após a Revolução Francesa, como Existencialismo, Racionalismo, Liberdade e Utilitarismo, e filósofos como Auguste Comte, Friederich Hegel, Friedrich Nietzsche e Arthur Schopenhauer se destacam;
  • Natureza do Conhecimento.

Geografia

Quando o assunto é Geografia, é preciso pensar em questões políticas, físicas e urbanas. No Enem, a análise crítica é bastante importante para ter mais acertos e conseguir uma melhor nota.

Por isso, é interessante estudar para o vestibular com mais atenção a temas como:

  • Mudanças Antropogênicas no Meio Ambiente;
  • Globalização;
  • Geografia Agrária;
  • Geografia Física;
  • Urbanização.

História

Questões de história, muitas vezes, são acompanhadas de recortes que ajudam a identificar a época e o contexto mencionados no texto-base. Geralmente, os temas abordados giram em torno da:

  • Idade Contemporânea — após a Revolução Francesa;
  • Brasil Colônia — de 1530 a 1822;
  • Brasil Império — de 7 de setembro de 1822 (Independência do Brasil) a 15 de novembro de 1889 (Proclamação da República);
  • História Política — principais presidentes da república brasileira e regime da ditadura.

Uma dica para fazer uma boa gestão do tempo de resposta é ler, primeiro, o enunciado e, em seguida, o rodapé, com o autor, ano de publicação e fonte. Desse modo, é possível ler o texto com uma ideia prévia sobre o seu assunto.

Sociologia

As questões de Sociologia são voltadas para a compreensão da organização social, cultural e dos padrões encontrados na sociedade. Por conta disso, alguns dos temas frequentes nas provas do Enem são:

  • Trabalho;
  • Cultura;
  • Movimentos Sociais;
  • Meios de Comunicação e Globalização;
  • Cidadania.

Uma maneira de estudar Sociologia para o Enem é relacionar os fenômenos sociais observados com o contexto histórico e político.

Dessa forma, é possível compreender com mais facilidade as questões interdisciplinares e ter um melhor entendimento do assunto, no geral.

Ciências da Natureza e suas Tecnologias

A área das Ciências da Natureza e suas Tecnologias é dedicada ao estudo de disciplinas relacionadas às Exatas e às Biológicas e também conta com 45 questões. Por conta disso, costuma ser uma das partes mais temidas dos alunos na hora de fazer o Enem.

No entanto, com boas práticas, é possível garantir uma boa nota na competência e aprender bem sobre os assuntos das disciplinas de Química, Física e Biologia.

Para facilitar a sua organização da rotina de estudos, confira alguns temas que aparecem com frequência no exame!

Física

Para começar com uma das disciplinas que os alunos mais apresentam dificuldades. Física é uma matéria que envolve bastante raciocínio lógico, cálculos e correlação com os fenômenos da natureza.

Os temas mais frequentes nas questões de Física no Enem são:

  • Mecânica;
  • Eletricidade e Energia;
  • Ondulatória;
  • Termodinâmica e calorimetria;
  • Óptica.

Utilizar técnicas mnemônicas para decorar as fórmulas pode ajudar a responder várias questões. Além disso, lembre-se dos principais conceitos desses temas para ter mais facilidade nas perguntas teóricas.

Química

Química é a ciência que estuda a matéria. Por conta de sua complexidade, também é uma das disciplinas do campo das Exatas do Ensino Médio e pode ser desafiadora para muitas pessoas.

O segredo para ter boas notas nas questões dessa matéria é se dedicar a aprender os principais elementos da tabela periódica, tal como os seus números e pesos atômicos.

Boa parte das questões de Química cobradas no Enem são de:

  • Química Orgânica;
  • Química Geral — estados físicos, propriedades da matéria, estrutura atômica, geometria molecular, ligações químicas, forças intermoleculares, substância e misturas;
  • Energia;
  • Físico-Química;
  • Química Ambiental.

Biologia

A prova de Biologia tem muito menos questões de Exatas — embora possa ser necessário fazer cálculos simples em perguntas relacionadas à Genética, por exemplo.

No entanto, nessa disciplina, é importante prestar bastante atenção aos detalhes, principalmente por ser uma matéria que aborda uma enorme quantidade de conteúdos.

Para organizar os estudos de Biologia para o Enem, procure se dedicar aos temas que mais caem na prova, como:

  • Interação do Homem com o Meio Ambiente;
  • Citologia;
  • Ecologia;
  • Histologia e Fisiologia;
  • Biotecnologia.

Matemática e suas Tecnologias

As 45 questões de Matemática e suas Tecnologias costumam cair no segundo dia de prova e envolvem bastante atenção ao enunciado.

Afinal, a interpretação do problema-chave é fundamental para encontrar a resposta correta e evitar pegadinhas.

Só de melhorar a atenção à interpretação de texto, é possível responder a várias questões de Matemática no Enem, com o uso da lógica para critério de eliminação de alternativas discrepantes.

No entanto, se você quer uma boa nota, é necessário se dedicar ao estudo dos temas a seguir:

Geometria

Geometria plana e espacial estão entre os tópicos mais frequentes abordados em uma prova do Enem. Assim como na parte de Física, decorar fórmulas com métodos de estudos que funcionam para você pode ser uma excelente ideia para ter mais facilidade na hora de responder às questões.

Aprender a área, o perímetro e o volume de diferentes figuras e sólidos é fundamental para ter um bom desempenho e produtividade na prova.

Para completar, noções de trigonometria e geometria analítica (como reta, pontos e planos) ajudam a acertar mais questões.

Aritmética

Aritmética também cai com frequência no Enem. Geralmente, aparecem em formato de problemas e não precisam de cálculos complexos para serem resolvidas. O que você necessita mesmo é ter uma boa interpretação de texto e evitar cair nas pegadinhas.

Enquanto lê o texto-base e o enunciado, procure circular as palavras-chave. Assim, você pode usar a lógica para fazer contas simples, como frações, multiplicações, regra de três e análises de escalas, razão e proporção.

Probabilidade e Estatística

As questões de Probabilidade e Estatística do Enem também não são muito complexas nos cálculos. O que muda é o nível de habilidades de interpretação do problema a ser resolvido.

Além disso, é preciso ter conhecimentos de análise combinatória, fração, porcentagem, razão e proporção. Já nas questões de Estatística, noções de média, moda, mediana e desvio-padrão vão fazer toda a diferença.

Funções

A famosa fórmula de Bhaskara é útil para o Enem. As funções estão entre os assuntos mais cobrados nas provas de Matemática. Funções de primeiro, de segundo grau, exponenciais e modulares são as mais frequentes e que merecem atenção.

Geralmente, esse assunto é abordado por meio de gráficos. Saber reconhecer o tipo de função ao observar o comportamento das curvas vai ajudar a responder diversas questões e interpretar o problema que a pergunta traz.

Análise de gráficos e tabelas

A todo momento você vai observar recursos visuais nas provas do Enem, principalmente em Matemática. A interpretação de diferentes tipos de gráficos e tabelas é importante para garantir o acerto de várias questões no exame, de forma rápida e sem cálculos muito complexos.

Inclusive, observar as informações presentes nos gráficos e nas tabelas vai garantir que você encontre as respostas para questões mais complexas, que não saberia fazer com o uso de cálculos. Por isso, jamais ignore essas ferramentas e tente aproveitá-las ao máximo possível.

Para estudar todos esses temas que apresentam maiores chances de serem cobrados no Enem, é fundamental contar com um bom planejamento.

Montar um roteiro com os conteúdos que precisam ser vistos e revisados vai ajudar a manter um maior controle e mais organização na rotina, facilitando a criação de metas de estudo para otimizar todo o processo.

Lembre-se de que diversos outros temas podem ser cobrados na prova. O importante mesmo é saber em quais assuntos merecem mais atenção para se preparar da melhor maneira.

Assim, é possível ter mais chances de alcançar a nota do Enem que você precisa para entrar na graduação desejada ou conseguir uma vaga no ProUni, Sisu ou Fies.

Quer saber como aproveitar a sua pontuação do Enem? Conheça os cursos da FABAD e saiba como começar uma faculdade com todo o apoio que você precisa para o seu desenvolvimento profissional!

Compartilhe com seus amigos
Pular para o conteúdo