fbpx

Atividades extracurriculares: 6 motivos para fazer

Atividades extracurriculares: 6 motivos para fazer

Ter um curso superior no currículo já é um fator que auxilia muito na construção de uma imagem profissional de destaque. No entanto, para melhorar e agregar ainda mais valor ao perfil, realizar atividades extracurriculares é uma excelente ideia.

Essas são algumas participações que o aluno realiza durante o período universitário, mas que não têm caráter obrigatório. No entanto, ainda podem necessitar de dedicação, tempo e estudos. Sendo assim, por que seria interessante fazer atividades extracurriculares?

Neste artigo, confira 6 motivos que vão convencer você de que ir em busca desse tipo de atividade é realmente uma boa ideia. Acompanhe e saiba mais!

O que são atividades extracurriculares?

Como o próprio nome já diz, as atividades extracurriculares são aquelas tarefas realizadas fora da grade e do horário do curso. Isso significa que não são obrigatórias, mas que ainda assim podem contribuir de forma positiva para a jornada universitária.

Isso porque, na maioria das vezes, essas atividades se relacionam com as ações de extensão que a faculdade ou outra instituição promovem. Na prática, diz respeito a práticas de ensino, pesquisa e cultura, que ajudam a aprender algo novo e ter experiências construtivas sobre os mais variados campos do conhecimento.

Os cursos são os primeiros a serem lembrados ao se falar sobre atividades extracurriculares. No entanto, saiba que não são os únicos. Ao longo do Ensino Superior, você pode se comprometer com várias ações interessantes, como:

  • rodas de conversa; 
  • palestras; 
  • eventos universitários; 
  • iniciação científica; 
  • empresa júnior; 
  • apresentações culturais; 
  • esportes; 
  • clubes de leitura
  • exposições e feiras; 
  • ações solidárias. 

Quais os melhores motivos para fazer atividades extracurriculares?

Como você viu, as atividades extracurriculares são procuradas para aprender algo novo. Isso ajuda a ter uma maior aproximação com temas de interesse e conseguir as horas complementares necessárias para a integralização dos cursos.

Sem contar que você pode aproveitar ainda mais a experiência universitária e ter vivências bastante construtivas. Dessa forma, ao sair com o diploma, você coleciona também uma série de competências relevantes, que vão ajudar a ter muito mais sucesso ao entrar no mercado de trabalho.

Quer entender melhor quais são as vantagens de ter um maior engajamento com atividades extracurriculares ao longo do curso? Veja, a seguir, 6 excelentes motivos!

1. Melhoram o currículo

Sabia que é possível colocar no currículo as atividades que você participou durante o Ensino Superior? Essa é uma vantagem para quem ainda não teve nenhuma experiência profissional, pois é uma das melhores maneiras de apresentar o que você já sabe fazer na prática.

É claro que ao decorrer do curso podem aparecer diversas oportunidades de participação de atividades extracurriculares. Sendo assim, é preciso ter estratégia na hora de apresentá-las no seu currículo.

Se você fez muitas atividades extracurriculares, escolha apenas aquelas com mais horas complementares e que contam com um certificado de participação para que você possa atestar, caso seja solicitado.

Além disso, observe quais dessas atividades têm mais a ver com a área de atuação que você deseja entrar. Com isso, é possível se candidatar com um perfil mais alinhado às vagas de emprego do seu interesse.

2. Promovem novas experiências

Só de ter a oportunidade de fazer algo novo é motivo suficiente para fazer muitas pessoas se engajarem em uma atividade extracurricular. A verdade é que essas experiências novas podem contribuir positivamente para o seu desenvolvimento pessoal e profissional.

Um exemplo disso é a chance de aprender mais sobre você. Experiências fora da sala de aula ajudam a identificar quais são as suas habilidades de destaque, o que você gosta de estudar, quais são suas maiores facilidades e quais métodos de estudo funcionam melhor.

Ou seja, são vários os fatores relevantes para o autoconhecimento. Conhecer-se melhor, por sua vez, é um passo muito importante para o crescimento pessoal e de carreira.

3. Ajudam no networking

Vale destacar também que as atividades extracurriculares ajudam a ter contato com novas pessoas. Além de ser uma oportunidade de aumentar o ciclo de amizade, esse é um passo importante para fazer networking.

O networking nada mais é do que a sua rede de contatos profissionais. Sendo assim, é composta por pessoas com o mesmo interesse na área de atuação, professores, colegas de curso e vários outros indivíduos com o desejo de se desenvolver na carreira.

O mais interessante de ter um networking bem estruturado é a possibilidade de formar parcerias, receber indicações e encontrar uma vaga de emprego que combine com o seu perfil. Por isso, é muito importante investir na sua rede de contatos desde o período da graduação.

4. Desenvolvem novas habilidades

Desde as habilidades comportamentais até os conhecimentos técnicos podem ser desenvolvidos quando você se empenha em participar de mais atividades extracurriculares. Com isso, você pode melhorar ainda mais a sua apresentação profissional.

Isso porque é possível ter mais hard e soft skills para colocar no currículo. Mais que isso, com os certificados das atividades extracurriculares, você pode comprovar como desenvolveu essas habilidades e fazer com que as informações apresentadas sejam mais confiáveis para os recrutadores.

Outro ponto positivo é que aprender uma competência nova é importante para se destacar. Às vezes, a habilidade que você desenvolveu em uma atividade não parece ser útil em um determinado momento, mas pode ser justamente o seu diferencial no ambiente de trabalho ou em um processo seletivo.

5. Permitem aprender algo de seu interesse

Saber algo novo sobre uma área que você gosta é estimulante e, muitas vezes, ajuda a conseguir aquela motivação para estudar, mesmo durante aquelas fases mais desafiadoras do curso. Sem contar que trazem um impacto positivo para a autoestima intelectual.

A parte boa das atividades extracurriculares é que você tem mais flexibilidade para escolher algo que realmente gosta de aprender ou fazer. Além disso, pode ou não ser em uma área relacionada ao curso que está fazendo.

Imagine, por exemplo, que você estuda Marketing, mas se inscreveu em uma palestra sobre gestão de sustentabilidade. Por mais que não sejam assuntos diretamente relacionados, cada aprendizado dessa atividade serve para inovar nos seus projetos, trazendo o diferencial da responsabilidade ambiental, assim como para aplicar no seu dia a dia.

6. Ajudam a conseguir horas complementares

A maioria dos cursos exige também que os alunos entreguem algumas horas de atividades complementares ao curso para integrar a carga horária. No entanto, permitem que os estudantes escolham o que desejam fazer e quando.

Essas ações de extensão são ótimas oportunidades de conseguir certificados e não ter nenhuma pendência para finalizar o seu curso. Sendo assim, também são importantes para a graduação.

Como fazer atividades extracurriculares?

Viu só por que é importante se envolver com algumas atividades extracurriculares ao longo do curso superior? Além de agregarem valor ao seu perfil profissional, são ótimas experiências para se desenvolver.

No entanto, como encontrar uma atividade extracurricular para fazer? Ao encontrar um tempo livre na sua rotina de estudos, é interessante ter algumas atitudes, como:

  • acompanhe as novidades do e-mail e do site institucional; 
  • converse com seus colegas de curso; 
  • confira as atividades promovidas pela sua cidade ou por instituições, como museus, clubes e escolas; 
  • tenha a iniciativa de criar projetos com temas que você gosta; 
  • permita-se conhecer novas atividades.

Como você viu, a importância das atividades extracurriculares tem relação direta com o seu desenvolvimento pessoal e profissional. Agora, é hora de colocar em prática essas dicas e aproveitar ao máximo as experiências que o período universitário proporciona para o seu crescimento.

Gostou deste post? Aproveite e veja também como fazer uma boa gestão de tempo para ter uma rotina mais equilibrada durante a graduação!

Compartilhe com seus amigos
Pular para o conteúdo