Ícone do site Faculdade FABAD

Estágio: o que é, sua obrigatoriedade e como funciona para cursos EAD

Jovem negra em uma reunião do estágio na empresa.

O estágio é uma importante etapa para a formação profissional de estudantes universitários, permitindo a aplicação prática dos conhecimentos teóricos adquiridos na faculdade. Para os cursos EAD, a obrigatoriedade do estágio pode variar conforme a instituição de ensino e a formação escolhida.

Com o avanço da tecnologia e a popularização do ensino a distância, muitos estudantes têm optado pelo formato online para se capacitarem profissionalmente.

No entanto, a falta de contato direto com a prática pode gerar dúvidas sobre a realização do estágio e sua importância para a formação acadêmica.

Entenda como funciona para cursos EAD, quais são as suas principais características e benefícios. Continue a leitura!

O que é estágio e como funciona?

O estágio é uma das etapas essenciais em uma formação profissional. Ele permite o desenvolvimento prático dos conceitos aprendidos em sala de aula, proporcionando ao estudante uma experiência real de trabalho na sua área de atuação.

Para muitos alunos, portanto, essa é a oportunidade de adquirir novas habilidades, conhecer diferentes áreas de atuação e desenvolver competências técnicas e comportamentais fundamentais para o sucesso na carreira profissional.

Além disso, esse passo pode ser um diferencial no currículo, tornando o estudante mais competitivo no mercado de trabalho.

O estágio pode ser obrigatório ou facultativo, dependendo do curso e da instituição de ensino. No entanto, mesmo quando não há obrigatoriedade, ele é altamente recomendado, pois oferece inúmeros benefícios.

Dessa forma, vale ressaltar que ele é realizado sempre com o acompanhamento de um supervisor ou orientador. Alguns locais que oferecem programas de estágio são:

Quais são os benefícios de fazer estágio?

Como mencionado no tópico acima, a modalidade oferece muitos benefícios aos estudantes. A seguir, veja os principais.

Adquirir experiência prática na área de atuação desejada

O estágio é uma excelente oportunidade para adquirir experiência prática na área de atuação desejada, pois fomenta a aplicação dos conhecimentos teóricos adquiridos na faculdade.

Isso permite que o estudante desenvolva o entendimento completo sobre as rotinas de trabalho e processos específicos da área, tornando-o mais preparado para a vida profissional.

Desenvolver habilidades profissionais e pessoais

Durante o estágio, o aluno tem a oportunidade de desenvolver habilidades profissionais e pessoais, como:

Além disso, ele pode aprimorar habilidades técnicas específicas da sua área de atuação, aumentando o seu valor como profissional.

Fazer contatos e construir uma rede de relacionamentos profissionais

Outro benefício dessa etapa é que ela oferece a oportunidade de fazer contatos e construir uma rede de relacionamentos profissionais, conhecido como networking, sendo essencial para a carreira.

Assim, essa rede aumenta suas possibilidades de trabalho e auxilia o profissional a se manter atualizado sobre as novidades e tendências do mercado.

Conhecer a cultura organizacional e as rotinas de trabalho de uma empresa

O estágio permite que o estudante conheça a cultura organizacional e as rotinas de trabalho de uma empresa, promovendo uma visão mais ampla e profunda sobre a área de atuação e o mercado de trabalho.

Portanto, essa vivência traz mais capacidade para que ele tome decisões mais acertadas sobre sua carreira profissional.

Explorar áreas de interesse e descobrir novas possibilidades de carreira

Com a realização do estágio, o aluno pode explorar áreas de interesse e descobrir novas possibilidades de carreira, ampliando o seu leque de opções profissionais.

Esse é um fator fundamental para o planejamento da carreira e aumenta as chances de sucesso e satisfação profissional.

Aumentar as chances de conseguir um emprego após a formação

O estágio pode ser uma porta de entrada para o mercado de trabalho, aumentando as chances de conseguir um emprego após a formação, já que o estudante terá experiência prática e uma rede de contatos profissionais que pode ajudá-lo a conseguir uma vaga profissional.

Quais são os tipos de estágio e como funciona a lei?

Existem dois tipos de estágio: obrigatório e não obrigatório. Ambos são regidos pela Lei nº 11.788/2008, que estabelece as regras para a realização de estágios no país.

Estágio obrigatório

O estágio obrigatório é aquele que faz parte da grade curricular do curso e é requisito para obtenção do diploma.

Além disso, costuma ser realizado em empresas ou instituições conveniadas com a instituição de ensino. O estudante deve cumprir uma carga horária mínima estabelecida pela instituição.

Estágio não obrigatório

Já o estágio não obrigatório é aquele que não faz parte da grade curricular do curso, mas é uma opção do aluno para adquirir experiência na área de atuação desejada.

Portanto, pode ser realizado em empresas não conveniadas com a instituição de ensino e deve ser remunerado. O tempo de trabalho é negociado entre o estudante e a empresa e não há exigência de uma carga horária mínima.

Como funciona o estágio na Educação à Distância (EAD)?

O estágio nos cursos EAD funciona de maneira semelhante ao modelo presencial. Contudo, boa parte das formações têm como requisito a obrigatoriedade dessa etapa.

Alguns exemplos de formações EAD que exigem estágio obrigatório são:

Como fazer o relatório final do estágio? Passo a passo

Primeiro, é fundamental que você entenda e analise a estrutura do relatório solicitado pela instituição. Abaixo, conheça os principais itens que costumam aparecer em um relatório de estágio e o que você deve colocar em cada um deles. Confira!

1. Capa

Inclua o título do relatório, o nome da instituição de ensino, o nome do curso, seu nome, o nome da empresa e a data de entrega.

2. Sumário

Liste os tópicos do relatório em ordem numérica e indique as páginas em que eles estão localizados.

3. Introdução

Apresente o objetivo do documento, a empresa em que foi realizado o estágio e o setor de atuação.

4. Descrição da empresa e setor de atuação

Descreva a empresa, sua missão, visão e valores, além do setor de atuação e suas principais atividades.

5. Descrição das atividades realizadas durante o estágio

Relate as atividades desenvolvidas durante o estágio, de forma clara, objetiva e detalhada.

6. Análise crítica das atividades desenvolvidas

Faça uma análise crítica das atividades realizadas, avaliando a sua importância e os resultados alcançados.

7. Relato das experiências vivenciadas no estágio

Relate as experiências vivenciadas no estágio, destacando as principais dificuldades e aprendizados.

8. Conclusão

Apresente as principais considerações do relatório e suas contribuições para a sua formação acadêmica e profissional.

9. Referências bibliográficas

Liste as fontes consultadas para a elaboração do relatório, seguindo as normas da ABNT.

10. Anexos (opcional)

Inclua documentos que complementam as informações do relatório do estágio, como fotos, tabelas, gráficos, entre outros.

Portanto, ficou claro que fazer um estágio, mesmo que não exista obrigatoriedade para a formação escolhida, é importante para adquirir os inúmeros conhecimentos práticos e desenvolver habilidades fundamentais para o mercado de trabalho. Além disso, funciona como uma porta de entrada para um bom plano de carreira.

Gostou do conteúdo? Então, acesse a página inicial do nosso blog e descubra outros conteúdos incríveis!

Sair da versão mobile